A espera de Arthur

Na presença da família,
a criança se sente aceita e amada.
Aprende a entender os elogios
e as palavras carinhosas,
passa a viver em uma atmosfera de respeito,
aprendendo a amar
e a receber todos os dias muitos beijos,
apertos e o aconchego do colo dos pais.

A espera de Luiza

– Se vivem sendo incentivadas, aprendem a ter confiança em si mesmo.
– Se vivenciam a tolerância, aprendem a ser pacientes.
– Se vivenciam os elogios, aprendem a apreciar.
– Se vivenciam a aceitação, aprendem a mar.

João – Carolina, Maria Eduarda e Daniel

Viver em família é dividir o tempo, responsabilidades, aceitar regras e ter a disposição para reconhecer e estimular as oportunidades da vida.

José Henrique – Gabriela e Bruno

Viver em família é dividir o tempo, responsabilidades, aceitar regras e ter a disposição para reconhecer e estimular as oportunidades da vida.